Alencar Garcia de Freitas: cidadania de primeira classe

5 de agosto de 2016

O chamado “jeitinho brasileiro”, que, geralmente, nunca é de graça; é uma maneira de corromper ou se deixar corromper.


A grande proposta é construir uma cidadania de primeira classe. Num país cheio de corruptos e corruptores, como o nosso, a grande proposta seria construir uma cidadania de primeira classe. Para tanto precisamos trabalhar a consciência de todas as classes sociais, do guardador de carros ao presidente da República.

Seria uma ação permeada com essas duas figuras e todas as demais: motoristas, trocadores de ônibus, policiais, agentes de trânsito , agentes penitenciários, fiscais de renda, oficiais de Justiça, escrivães, juízes de Direito, promotores de Justiça , desembargadores, vereadores, deputados, senadores, prefeitos, governadores, médicos, enfermeiros, gerentes de banco, executivos de empresas e até mesmo pastores e padres.

De que adiantaria espernear, vociferar e mesmo combater implacavelmente a corrupção desenfreada nos meios políticos e nas repartições públicas, nas empreiteiras e nos estabelecimentos bancários, se o motorista corrompe o agente de trânsito ou se deixa corromper, se o fiscal da repartição pública ou o oficial de Justiça se deixam vender?

Quando alguém se deixa corromper, por pouco ou muito dinheiro, transforma-se em uma mercadoria qualquer, que amanhã ou depois poderá ser vendida em uma liquidação ou na bacia das almas, como se dizia antigamente...

É cedo que se deve ensinar ao filho o caminho em que deve andar, diz o sábio Salomão. Entendo que o ensino pelo bom testemunho vale muito mais.
Uma frase lapidar e muito perigosa é aquela de apelar para o chamado “jeitinho brasileiro”, que, geralmente, nunca é de graça; é uma maneira de corromper ou se deixar corromper.

Conheço o caso de uma pessoa do meu relacionamento pessoal que conseguiu, pelo chamado “jeitinho brasileiro” do administrador de um dos cemitérios da cidade, sepultar o corpo de uma idosa (porque não tinha espaço disponível) e por conta disso está enrolada com a Justiça há bastante tempo...

Alencar Garcia de Freitas
é jornalista

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ: 15.265.070/0001-49