Alencar Garcia de Freitas - Disputando com a caneta e a chave do cofre na mão, não devia valer

23 de setembro de 2016



Antonio Cesar Andrade


Os candidatos que disputam as eleições com caneta e chave do cofre na mão parece que têm mais condições de vencer as eleições, segundo minha avaliação pessoal. A legislação vigente e os juízes, pelo visto, não têm o mesmo entendimento ou interpretação. 

Avaliando como leigo, atento, parece fácil constatar que o poder, os recursos públicos, a máquina pública e a influência do cargo são bons aliados em uma campanha política, seja de que nível for. Os exemplos mais recentes que se têm são as cassações de Dilma Rousseff e Eduardo Cunha, competindo com os que estavam com as canetas e as chaves dos cofres dos que estavam no poder.

Acho que o ideal, na disputa política, seria todo mundo cá embaixo, lutando de igual para igual, e não uns lá em cima e outros cá embaixo!

Agora mesmo estou vendo o prezado Antonio Cesar de Andrade, companheiro de muitos anos da Associação Comercial de Vitória, filho do inesquecível Kleber Andrade, batalhando forte para ver se consegue se eleger vereador pela Capital, indo de porta em porta e dizendo, com aquele jeitão dele, sorridente, altamente comunicativo, independente de ser candidato, dizendo para todo mundo: tô aí, sou candidato!

Acho que tem que ser assim! Nada de querer fazer política às custas da máquina pública e do dinheiro dos impostos que pagamos, cada vez mais pesados, ou com ajuda dos endinheirados.

Quem estiver lendo ou ouvindo este texto poderá dizer com os seus botões: logo Alencar que diz não acreditar em discursos políticos acreditando no discurso desse cara!? 

Adicionar legenda
Não! Não estou acreditando no discurso dele e sim no cidadão que conheço há muita raça de tempo. Se o discurso dele virar conversa fiada e nada mais, tô fora! Sou francamente a favor dos que lutam com honestidade para alcançar seus objetivos.

Alencar Garcia de Freitas
é jornalista

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ: 15.265.070/0001-49