Alencar Garcia de Freitas: Radialista antes e também jornalista depois II

14 de setembro de 2016
Ex-Ministro do Trabalho Arnaldo Prieto


Escrevi um dia desses que comecei como radialista e sem querer querendo também como jornalista, atuando na Rádio Aimorés, na cidade do mesmo nome em Minas, na década de 1950, e logo depois, vindo para Vitória, dei continuidade ao exercício dessas profissões, na Rádio Capixaba, que me acolheu como locutor, redator, apresentador de diversos programas e diretor.

Fazendo alusão à Associação dos Jornalistas Profissionais, depois transformada em Sindicato, cometi, involuntariamente, uma injustiça contra o meu editor-chefe, o velho companheiro de rádio Oswaldo Oleari. 

Dizia eu nesse texto que o processo de implantação efetiva do nosso Sindicato teria sido sob a batuta do companheiro Rogério Medeiros, o que não aconteceu e, sim, sob a batuta dele, Oleari, logo depois que este voltou de São Paulo, onde exerceu o jornalismo por um bom tempo. A Carta Sindical foi entregue a ele, pessoalmente, pelo ministro do Trabalho à época, o Ministro Arnaldo Prieto, que foi convidado especialmente pelo então Governador Elcio Alvares para o evento.


Ex-governador Élcio Alvares
com ex-Ministro Evandro Lins e Silva

Quando Oleari protestou (ele é dos meus: não terceiriza seus protestos, fazendo-o cara a cara), achei por bem produzir este texto com o objetivo de reparar o erro cometido. 


Minha justificativa para ele é que em idade octogenária, como é o meu caso, pode acontecer da gente trocar alhos por bugalhos. Espero que o velho companheiro e chefe me perdoe por essa derrapagem... E olha que em texto recente escrevi que o meu computador “cachola” ainda funciona bem!

Um dos muitos defeitos que tenho é não ter pudor de me penitenciar quando erro. E quem é que não erra, hein?

Outros profissionais que tiveram um papel importante na concepção, gestação e parição de mais esse Sindicato da classe trabalhadora foram o Gutman Mendonça, o Paulo Rogério de Souza, o Hélio Dórea, o José Luiz Hollzzmeister, além do então governador Elcio Alvares, que convidou especialmente o Ministro do Trabalho, Arnaldo Prieto, para a solenidade da entrega da carta ao presidente provisório do nascente Sindicato ao presidente provisório, Oswaldo Oleari.

Seja como for o bom é que o Sindicato dos Jornalistas nasceu e está aí firme e forte.

Alencar Garcia de Freitas 
é jornalista

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ: 15.265.070/0001-49