Uchôa de Mendonça: Roberto Jefferson

12 de setembro de 2016
NOTA– Você vai ler um comentário independente, sem enganos, sem mentiras. Se Você entender que não deva prosseguir com sua leitura, delete-o. Nunca suporte o que não gosta. Se não ler, vai perder a oportunidade de conhecer a verdade.

É apenas uma suposição, mas ela vem movida pela curiosidade, do que poderia ter acontecido se Roberto Jefferson, o presidente do PTB, não tivesse denunciado toda tramóia do mensalão montada por José Dirceu, o homem forte de Lula, Chefe da Casa Civil. 
Treinado em Cuba, devidamente instruído para montar no Brasil a chamada “ditadura do proletariado”, onde seriam protagonizadas todas as cenas de tortura e violência contra aqueles que lhe fossem contrários...

Que seria do Brasil hoje? Estaríamos aqui escrevendo tais suposições?O que ficamos devendo a Roberto Jefferson? Não importa os motivos que o levaram a denunciar o esquema do mensalão. Sabemos apenas que prestou relevantes serviços ao país e, com sua denúncia, chegamos ao Lava-Jato sob o comando do Juiz Federal Sérgio Moro, criando essa expectativa de mudança no Brasil.

Estamos diante de uma realidade que não pode ver mudada. Será difícil imaginar-se até onde irão os benefícios do processo Lava-Jato para mudar o comportamento de toda sociedade brasileira, a começar da classe política, pouco acostumada a ser tratada com tanta normalidade e desfaçatez, pelo que tem feito de ruim com o Brasil.

O economista Ernane Galvêas, um dos maiores estudiosos da economia nacional, a respeito dos prejuízos causados ao país por esse bando de ensandecidos que tomou conta do Brasil, diz que é impossível avaliar os prejuízos econômicos, político e moral causado ao país, não podendo definir o tempo necessário para a sua recuperação.

É meio triste saber de tamanha verdade. Essa cambada de assaltantes da pior espécie jamais se apiedará do mal que praticou contra a nação. Ela jamais se importará, com um mínimo de arrependimento, pelo assalto que cometeu contra os cofres públicos. Desconhece-se o volume de dinheiro surrupiado. é uma montanha de dólares, impossível de se imaginar o volume, diante da mascaração que várias concorrências tiveram. Da Petrobras, tiraram o couro, as próprias vísceras, roeram-lhe as estranhas como cupins fazem na madeira de má qualidade, N&atil de;o existem pejorativos para se atirar contra essa gente maldita.

Não se poderá jamais medir o prejuízo que essa gente deu ao Brasil, como bem diz o ex-ministro Ernane Galvêas, muito menos quando poderá o Brasil se recuperar de tal assalto. O país foi pilhado por uma formidável quadrilha de assaltantes que agiu com uma ferocidade, uma deslealdade sem limites.

Roberto Jefferson, seja lá por que motivos denunciou José Dirceu, abrindo caminho para prender uma chusma de ladrões, talvez não imaginasse que estaria prestando relevantes serviços ao Brasil.


Uchôa de Mendonça
é jornalista

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ: 15.265.070/0001-49