Uchôa de Mendonça: Retrato econômico nacional

6 de outubro de 2016
NOTA – Você vai ler um comentário independente, sem enganos, sem mentiras. Se Você entender que não deva prosseguir com sua leitura, delete-o. Nunca suporte o que não gosta. Se não ler, vai perder a oportunidade de conhecer a verdade.

Sob os auspícios de uma má política criou-se o estímulo à criação de micros e pequenas empresas, sob o argumento de que o mercado de trabalho tem o fomento nas pequenas atividades empresariais, sem imaginar que a maldita burocracia é a grande tragédia nacional, de braços dados com a maldita legislação trabalhista.

A Receita Federal está notificando 668.440 microempresas e empresas de pequeno porte que têm débitos previdenciários e não previdenciários com o Fisco ou com a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN). Não constam do “pacote” os débitos estaduais e municipais.

As empresas notificadas terão 30 dias, a contar do dia 26 último, para regularizar seus débitos, sob o risco de serem excluídas do Simples Nacional, regime tributário simplificado e favorecido, no dizer deles...

As empresas notificadas são devedoras de R$ 23,8 bilhões. A partir do 1º dia úti l de 2017 (janeiro) as empresas que não quitarem seus débitos serão excluídas do Simples. O teor do ato declaratório poderá ser acessado pelo portal do Simples Nacional ou pelo e-CAC, mediante certificado digital ou código de acesso.

A tragédia econômica nacional, uma verdadeira estupidez, é a burocracia encrustada nos mecanismos fiscais e tributários, que se transformam num emaranhado de complicações que não tem quem suporte cumprir, ter seus negócios em dia, mesmo que tenha os melhores contadores contratados.

A arte do comércio se constitui numa das maiores atrações para os indivíduos, principalmente quando uma nação, embora do tamanho do Brasil, tenha poucas opções no campo do desenvolvimento, por uma dificuldade muito séria, a falta de captação do indivíduo para enfrentar o mercado de trabalho, daí se aventurar no que lhe parece mais fácil, comprar e vender, sem imaginar que tem de cumprir o sistema burocrático mais intrincado do mundo, que nem o país mais organizado, a Alemanha, possui.

Acho impossível, com esse sistema político meio esculhambado que possuímos, surgir uma liderança capaz de atrair seguidores, um Congresso Nacional capaz, de mudar toda essa tragédia que faz do nosso país um dos mais desorganizados do mundo.

A dívida das 668.440 micro empresas devedoras se juntam a outras três milhões e quinhentas mil que vão desaparecer por inteira incapacidade de solver suas dívidas para com as receitas Federal, Estaduais e Municipais.

Este é o quadro tremendamente desesperador da economia nacional, gerado pela incompetência política, um amontoado de ladrões ,que tomaram conta das administrações públicas.



Uchôa de Mendonça
é jornalista

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ: 15.265.070/0001-49