Alencar Garcia de Freitas: O Parque Moscoso e a proposta do Pólo de Casas de Noivas

22 de novembro de 2016
Mais “ajuntamento” e menos casamento

Há uns seis anos, a Associação Comercial de Vitória, localizada na vizinhança do Parque Moscoso, vem trabalhando com o Sebrae e a Prefeitura de Vitória para criar na região o Polo de Casas de Noivas, cujo segmento reunia, então, mais de duas dezenas de lojas, gerando mais de uma centena de empregos. 

A entidade realizou vários encontros com esses lojistas em sua sede e também com a Prefeitura e o Sebrae. De repente o setor deu uma esfriada e o projeto acabou engavetado. 

Tendo participado de todos os encontros realizados, pretendendo a concretização da proposta; na época fiquei com a impressão de que o projeto não foi adiante por dois motivos maiores: os lojistas viam uns aos outros como “inimigos” e não como parceiros; por outro lado era a dúvida sobre qual deles iria liderar o grupo...

Resolvi voltar a sondar o segmento sobre o seu eventual interesse em retomar o trabalho de implantação do projeto do Polo de Casas de Noivas, e aí fiz uma descoberta preocupante: o setor estaria prestes a entrar em uma fase minguante. 

Quando perguntei a um dos líderes do grupo qual o motivo dessa fase minguante, ele disse que com a crise econômica avassaladora que o país atravessa, as festas - aniversários, festas de 15 anos e casamentos - estão diminuindo cada vez mais.

No caso dos casórios a impressão que ele tem é que ao invés de casamentos, o que está acontecendo, na atual conjuntura econômica, é que estão realizando "mais “ajuntamento” e menos casamento".

Pode ser que quando a coisa está muito feia esteja perto de ficar bonita! Quem sabe se não seria esse o melhor momento da retomada da proposta de implantação do Pólo de Casas de Noivas?

Se os lojistas desse segmento estiverem dispostos a voltar a tocar o projeto, acredito que a Associação Comercial de Vitória, Sebrae e Prefeitura de Vitória podem e devem trabalhar a retomada do projeto de implantação do Pólo de Casas de Noivas e assim revitalizar o setor, gerar emprego e renda.

Alencar Garcia de Freitas
é jornalista

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ: 15.265.070/0001-49