Alencar Garcia de Freitas: Pode faltar emprego, trabalho, não

1 de novembro de 2016
Desde há muito se ouve propagar por ai que em tempo de crise pode faltar emprego, trabalho, não, para quem quer trabalhar mesmo. O que tem de gente correndo atrás de emprego, de carteira assinada, não é brincadeira; de trabalho mesmo nem tanto. 

Acho normal que os desempregados procurem emprego, sim, mas nem por isso devem ficar de braços cruzados; devem, enquanto isso, correr atrás do prejuízo, buscando trabalho mesmo que não seja na base da relação empregatícia estável. Poderia citar vários casos de oportunidades de trabalho que têm dado certo; fico, porém, apenas num: faxina em casa de família ou em escritório. 

A remuneração média no mercado de trabalho tem sido na base de cento e trinta a cento e cinquenta reais por um dia de faxina, com tudo por conta do contratante: passagens de ônibus, almoço, lanche e janta, e não falta quem queira; isso representa, em média, três salários mínimos por mês.

Os profissionais de faxina mais inteligentes, procuram se inscrever logo na Previdência e pagam a contribuição regularmente, para ter a garantia dos benefícios sociais lá na frente: licença remunerada, em caso de doença, aposentadoria por tempo de contribuição e outros benefícios.

Outros mais previdentes ainda contratam até plano de saúde privado para si e seus familiares.

Trabalhar por conta própria tem também outras vantagens tais como: ser patrão de si mesmo, decidir quais os dias e horários melhores para atender seus “clientes” e decidir com quem e para quem trabalhar.

Algum negativista pode indagar o que acontece quando esse trabalhador adoece? Quem vai bancá-lo? Existem atualmente diversas cooperativas de trabalhadores que, mediante uma contribuição mensal, oferece, entre outras vantagens, uma cobertura financeira ao cooperado em caso deste adoecer.
Existem casos comprovados de trabalhadores desse tipo que têm remuneração maior e melhor do que muitos dos que são de carteira assinada.

É mais do que certo que bom trabalhador é aquele que não enjeita trabalho de carteira assinada ou trabalho temporário.



Alencar Garcia de Freitas 
é jornalista

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ: 15.265.070/0001-49