Uchôa de Mendonça: Por uma reforma

9 de dezembro de 2016


NOTA– Você vai ler um comentário independente, sem enganos, sem mentiras. Se Você entender que não deva prosseguir com sua leitura, delete-o. Nunca suporte o que não gosta. Se não ler, vai perder a oportunidade de conhecer a verdade.

Transexual Viviany Beleboni usa fantasia em protesto contra a bancada evangélica e a Justiça (Foto: Caio Kenji/G1)


Conclusão: o Brasil tem um milhão de vezes mais gente lutando pelo direito de dar e comer o rabo do que pelo direito de não ser enrabado”. 

Diante do fracasso das manifestações contra o Congresso Nacional, pela mutilação na proposta apresentação à Câmara dos Deputados, do chamado “pacote anticorrupção" apresentado por procuradores, as redes sociais exibiram o seguinte comunicado: 

- “Passeata na Paulista, número de participantes – Orgulho gay - 2,5 milhões; - - "Contra a corrupção, 2 mil e quinhentos. Conclusão: o Brasil tem um milhão de vezes mais gente lutando pelo direito de dar e comer o rabo do que pelo direito de não ser enrabado”. 

Mesmo com uns “gatos pingados no protesto, o ministro Marco Aurélio, do STF, tirou Renan Calheiros da presidência do Senado.

é difícil entender o que o povo quer, o que ele deseja interferir. Existe um conflito de idéias subjacentes na opinião pública que não deseja se manifestar, por vários motivos, até por querer se imiscuir em tal assunto, que ela (a opinião pública) não sabe avaliar quem é melhor ou pior, se o sistema político ou a justiça.

O conflito subjacente, que é de uma profundidade e importância tremendas, é que ninguém quer tomar parte nas divergências que ocorrem entre os poderes Legislativo, Judiciário e o Executivo. é que falar a verdade ou dizer o que de real as pessoas pensam, podem ser criminalizadas. Vejam que você pode dizer que Hitler foi um maldito, sanguinário, cruel, mas você não pode dizer nada de Fidel Castro, um maldito, que até incentivar guerrilha no interior brasileiro o fez, através de Che Guevara. 

Nossos governantes emprestam dinheiro a Cuba para construir grandes portos, a vá rios países africanos e, quando Fidel morre (não deveria ter nascido) comparecem irmanados ao seu sepultamento Nicolás Maduro, um imbecil venezuelano, Lula Inácio da Silva, Dilma, José Dirceu. Grandes personalidades, e não tem quem grite contra essas aberrações... Numa pesquisa, 80% da sociedade vai querer, implora, pela volta dos militares ao poder. Mentira? Verdade.

Não é nada contra ninguém. é a favor do Brasil. Se não tivermos uma ação forte, um movimento determinado, para o bem nacional, jamais seremos uma grande nação.

Não é possível que vivamos com as tremendas distorções salariais entre os poderes da República pagos com dinheiro arrecadado do povo. Não existem formas de suportar tal tragédia, dessas indecências de auxilio para tudo que é imoralidade que chamados servidores públicos, políticos, conquistam como se fossem donos do dinheiro, quando o povo ganha miséria.

Não existe esse carnaval no mundo, de quem não trabalha ter tremendas regalias, casa, carro, empregados diversos, salários extraordinários, tudo o que todo mundo gostaria de ganhar mas uma minoria de nababos e usurpadores conquistaram não se sabe como.

Prestam atenção: um dia essa bomba vai estourar. Ninguém entende como pagar tanto imposto para grupos de favorecidos gastarem como se fossem responsáveis pela arrecadação. Fossem donos do dinheiro da nação.



Uchôa de Mendonça
é jornalista

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ: 15.265.070/0001-49