Alencar Garcia de Freitas: Passar o Brasil a limpo de verdade e não de faz de conta

25 de abril de 2017



Há muito que bons brasileiros vêm sonhando com a criação e implantação de ações destinadas a passar o Brasil a limpo de verdade e não de mentirinha; e esse sonho, para ser transformado em realidade, precisa levar em conta uma receita fantástica do Senhor Jesus:

-  “Cuidado para não coar um mosquitinho e engolir um camelo inteiro...”.

Tenho acompanhado, como grande parcela dos brasileiros, as lutas e conquistas (ou quase conquistas...} da Operação Lava a Jato, tendo como principais protagonistas mais de uma centena de maus políticos e a empreiteira Odebrecht, campeã absoluta em maracutaias, expressão, aliás, cunhada e muito usada lá atrás pelo então e ético Lula, empresa essa patrocinadora de políticos, de vereador a senador e de prefeito a presidente da República.

No meu texto anterior pesei os dedos nos teclados do computador focando o papel dessa mãezona chamada Odebrecht patrocinando dezenas e dezenas de maus políticos, mas, justiça seja feita, não existe só essa empreiteira, existem muitas outras que devem estar patrocinando outros maus políticos, inclusive daqui do Espírito Santo, daí minha estranheza em face da ausência deles na lista do ministro Fachin; significa que sendo elas amanhã ou depois apanhadas com a boca na botija, em decorrência de denúncias, delações premiadas e investigações, certamente vão compor um lista do tamanho ou maior do que daquela que está circulando por aí nos últimos tempos; é bem verdade que nenhuma delas certamente terá a bocarra igual a da empreiteira baiana. Nem por isso se pode esquecer da receita do Senhor Jesus: “Cuidado para não coar um mosquito e engolir um camelo inteiro...”.

O crime de propina, que o decano da empreiteira baiana insiste em chamar de ajuda ou colaboração, pode e às vezes começa no trânsito quando o infrator quer “ajudar ou colaborar” com o agente público ao este ameaçar multá-lo.
Até entendo que não é fácil, a esta altura do campeonato, promover uma faxina geral e trancafiar um monte de gente safada, ainda mais considerando que a Justiça brasileira é uma das mais lentas do mundo.






Alencar Garcia de Freitas 
é jornalista

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ: 15.265.070/0001-49